MENU

Eu Tiro é Onda 「Letras」 - Marcelo D2 & Sain

This be that shit for the ghetto
Shabazz the Disciple, Marcelo

[Marcelo D2]



TOP 1 Brasil


Eu Tiro é Onda 「Letras」 - Marcelo D2 & Sain

This be that shit for the ghetto
Shabazz the Disciple, Marcelo

[Marcelo D2]
Rio de Janeiro, Nova York, Andaraí, Brooklyn
É como uma selva de pedras, Shabazz

[Shabazz the Disciple]
The Concrete Jungle, some niggas is poor, some niggas stackin' bundles

[Verso 1: Shabazz the Disciple]
Yo son, where I'm from is off the hinges
Even niggas is smokin, sniffin, shooting that shit up with syringes
Hustlers is profiting off amphetamines
Running the streets, yo, niggas got to eat, no better dream for a cheddar fiend
Take a look through the eyes of a disciple
Come into my world, burning punanies and mommies who's living tryful
Snipers on the roof with a rifle
Inhaling death aroma your baby's born in a coma, yo, shit is a cycle




Out here living conditions aren't decent
And if you're gettin' riches there's snitches pointing at pictures in the precinct
Prejudice popo hate niggas at round tables infiltrating empires with riots
Money got niggas Cain and Abel
I need your exodus like I was Moses
And I'm gonna live that way until the day that I'm covered with roses and my coffin closes
Peace to all my niggas on the island
The projects dirty ones, paradise, ice and cowardice, stashing dirty guns

[Refrão x2]
É o som que vem das ruas, por isso que eu tiro é onda
Eu estou de pé, compadre, e nunca durmo na ronda
From Red Hook to Brazil
We hit y'all with that shit
From the streets y'all can feel
POWs in jail
Soldiers balancing the scale

[Verso 2: Marcelo D2]
Eu vim do Rio de Janeiro à Nova York levado pelo som




No Andaraí, no Brooklyn, só tem sangue-bom
Vou te explicar como é que eu faço pra sair dessa merda
Eu tô sempre ligado, e mantenho minha mente aberta
Com dinheiro é muito fácil, todo mundo é feliz
Eu quero vê tira onda sem dinheiro como eu fiz
Eu tiro onda não é porque eu como muitas minas
É porque eu continuo vivo e dessa daqui ninguém me tira
Oh, Oh, Não ri pra mim não amigo
Eu tô falando sério, tudo que eu quero é ficar longe de um cemitério
O critério é da morte você ficar longe
Com camisinha, com droga ou na mão dos Homens
O bom malandro sabe o que quer
Se você não sabe, tá tirando onda de Mané
Assim como Mussum da Mangueira eu não espero o sistema
Eu corro atrás e faço meu esquema
No microfone então, não tem competição
Ainda mais quando eu me junto com os meus irmãos
Ouvir o Hip Hop é uma coisa normal
Entender o Hip Hop é onde está o mal
É como uma selva de pedras, mas no fundo eu tiro onda e te repito




Eu nunca durmo na ronda
Mas se eu tô com os camaradas então tá tudo tranquilo
É bom ficar ligado e vem corre perigo
Se eu saio na balada o que eu quero é Paz
Vamos direto ao assunto, deixa de leva e trás
E se você ainda não conhece eu vou apresentar Marcelo D2
E meu cumpádi Shabazz

[Refrão x2]
From Red Hook to Brazil
We hit y'all with that shit
From the streets y'all can feel
POWs in jail
Soldiers balancing the scale
Por isso que eu tiro é onda, eu tô de pé e nunca durmo na ronda

[Outro]
Ay, yo, salute to all the soldiers from Red Hook to Rio, Brazil
And all the two time felons, in every fucking favela, staying ranks




É isso aí, eu também sobrevivi à essa guerra Marcelo D2, Rio de Janeiro
Eu tiro onda, porque eu contrario a estatística, entendeu?
Então é melhor andar na linha, mas cuidado porque o trêm tá pronto pra te foder
Em português ou inglês a luta é a mesma, mantenha-se vivo e paz


Eu Tiro é Onda 「Letras」 - Marcelo D2 & Sain - Tradução

Esta é essa merda para o gueto
Shabazz o discípulo, Marcelo

[Marcelo D2]
Rio de Janeiro, Nova York, Andaraí, Brooklyn
É como uma selva de pedras, Shabazz

[Shabazz o discípulo]
A Selva Concreta, alguns manos são pobres, alguns niggas empilhando feixes

[Verso 1: Shabazz o discípulo]
Yo filho, de onde eu sou é fora das dobradiças
Até os manos estão fumando, cheirando essa merda com seringas
Hustlers está lucrando com as anfetaminas
Correndo as ruas, yo, manos tem que comer, não há melhor sonho para um demônio cheddar




Dê uma olhada através dos olhos de um discípulo
Venha para o meu mundo, queimando punanis e mamães que vivem tentando
Snipers no telhado com um rifle
Inalar o aroma da morte, o seu bebê nasceu em coma, merda, é um ciclo
Aqui as condições de vida não são decentes
E se você está recebendo riquezas há delatores apontando para fotos na delegacia
Preconceito popo odeia manos em mesas redondas infiltrando impérios com tumultos
O dinheiro tem niggas Cain e Abel
Eu preciso do seu êxodo como se eu fosse Moisés
E eu vou viver desse jeito até o dia que eu estou coberto de rosas e meu caixão se fecha
Paz para todos os meus manos na ilha
Os projetos sujos, paraíso, gelo e covardia, escondendo armas sujas

[Refrão x2]
É o que vem das ruas, por isso é eu tiro é onda
Eu estou pé, compadre, e nunca durmo na ronda
De Gancho Vermelho ao Brasil
Nós batemos vocês com essa merda
Das ruas vocês podem sentir
Prisioneiros de guerra na cadeia




Soldados equilibrando a balança

[Verso 2: Marcelo D2]
Eu vim do Rio de Janeiro à Nova York
Não Andaraí, não Brooklyn, só tem sangue-bom
Vou te explicar como eu faço pra sair dessa merda
Sem título, e mantenho na mente aberta
Com dinheiro é muito fácil, todo mundo é feliz
Você pegou a onda sem dinheiro como eu fiz
Eu tiro as ondas não é porque eu como muitas minas
Eu não continuo vivo deulte ninguém me tira
Oh não Oh não
Você é um cemitério?
O teste é da morte
Com camisinha, com a droga ou na mão dos homens
O bom malandro sabe o que quer
Você não sabe, tá tirando a onda de Mané
Assim como Mussum da Mangueira eu não espero o sistema
Eu corro e e meu esquema
Não microfone então, não tem competição




Ainda mais eu junto com os meus irmãos
Ouvir o Hip Hop é uma coisa normal
Entender o Hip Hop é onde está o mal
É uma selva de pedras, mas não o fundo eu tiro onda e te repito
Eu nunca durmo na ronda
Mas se eu tô com os camaradas então tá tá tranquilo
Bom estar ligado e vem
Se você é um amante da paz
Vamos ao assunto, deixa de leva e trás
E se você ainda não se comunique com ele Marcelo D2
E meu cumpádi Shabazz

[Refrão x2]
De Gancho Vermelho ao Brasil
Nós batemos vocês com essa merda
Das ruas vocês podem sentir
Prisioneiros de guerra na cadeia
Soldados equilibrando a balança
Por que eu tiro é onda, eu sou de pé e nunca durmo na ronda




[Outro]
Ay, yo, saudação a todos os soldados de Red Hook ao Rio, Brasil
E todos os criminosos de dois tempos, em cada maldita favela, ficando em fileiras

É isso aí, eu também sobrevivi a essa guerra Marcelo D2, Rio de Janeiro
Eu tiro onda, porque eu contrario a estatística, entendeu?
Então é melhor andar na linha, mas o cuidado é porque
Em português ou inglês a luta é a mesma, mantenha-se vivo e paz